Planejamento estratégico pessoal: já fez o seu?

No mês em que as empresas se dedicam a fechar o planejamento estratégico do ano, compartilho uma provocação: você já fez o seu planejamento estratégico pessoal?

_______________________

O planejamento é ferramenta fundamental para quem quer alcançar os resultados esperados, seja em médio ou longo prazo. Ele nos orienta sempre para onde queremos chegar, mesmo com todas as mudanças do caminho. E nossa carreira, assim como empresas, também precisa ter metas e desafios definidos e perseguidos periodicamente. É o planejamento pessoal que orienta nossa gestão financeira, de tempo e, especialmente, nos ajuda definir em quais projetos dedicaremos energia.

_______________________

Confira aqui algumas dicas para aproveitar o início do ano e planejar suas conquistas:

1) Dedique-se ao autoconhecimento

Para começar um bom planejamento estratégico é importante se conhecer. Mais do que títulos e certificados, é importante saber quem é você, quais seus sonhos, pelo quê seus olhos brilham e quais os padrões que você repete nas suas escolhas – pessoais ou profissionais.

2) Pense em médio prazo: onde você quer chegar?

Depois de saber de onde você vem, é importante saber para onde está indo. Mais do que uma resposta filosófica, concentre-se em prazos médios: onde você quer estar daqui a três anos? Trace rotas reais e enumere o que você precisa para chegar lá. Você tem todas as competências que necessita? Quais precisa desenvolver? O que pode descartar? Quais deve manter? Anote no seu planejamento e determine cinco prioridades para esse período.

3) O que você precisa fazer em 2018 para chegar lá?

Escolha cinco metas para este ano que estejam alinhadas com o seu planejamento de três anos. Defina com detalhes onde quer chegar com elas, o que deve fazer e de quem precisa para que elas sejam realizadas. Anote e compartilhe com uma pessoa próxima. Compartilhar é um ótimo meio de se sentir comprometido com o desafio.

4) Pratique a autogestão

Faça um compromisso consigo: defina de quanto em quanto tempo você irá conferir o cumprimento de suas metas. Não deixe intervalos grandes e confie na consistência: perceba que, mesmo parecendo pouco, você continua agindo rumo às suas metas. Isso é fundamental para evitar a frustração de não ter alcançado o que desejava ao fim do ano.

5) Celebre suas conquistas!

Talvez a prática mais significativa de todas as 5: celebrar cada pequena ou grande realização feita.
Tão importante quanto focar em suas metas, é comemorar a passagem por cada desafio. Isso irá te manter motivado para continuar o percurso e, sobretudo, potencializará as próximas conquistas.

No ano seguinte, repita o procedimento enquanto observa seus planos saírem do papel. Planejamento é também um ato de realização.

Comments (1)

Leave a reply