O que é Psicologia Positiva e qual é o seu papel na motivação?

Todas as pessoas têm potenciais e limitações, bem como forças e fraquezas. Porém, a tendência é que o ser humano enxergue apenas as limitações, pois fomos ensinados assim: basta lembrar, por exemplo, de quando você mostrava uma prova da escola para seus pais. Certamente eles reparavam e focavam nas questões que você errou, e poucas vezes discutiam sobre as questões acertadas. Ou seja, eles colocavam muito mais energia no erro do que no acerto, e você cresceu orientado a focar no erro e no negativo.

A Psicologia Positiva incentiva o desenvolvimento das características positivas dos indivíduos. Trata-se de um ramo da ciência psicológica que acredita que é possível identificar, desenvolver e cultivar os mecanismos necessários para viver de maneira mais satisfatória. Em outras palavras, é o estudo científico dos potenciais e das virtudes humanas.

Psicologia Tradicional x Psicologia Positiva

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, a Psicologia Positiva não é a mesma coisa que pensamento positivo. A psicologia tradicional é focada no estudo e tratamento das fragilidades humanas, dos traumas, das deficiências e de distúrbios como depressão e ansiedade. A psicologia positiva, por sua vez, se propõe a focar mais nas forças, nos mecanismos que levam à felicidade e satisfação pessoal, promovendo as qualidades do viver, em vez de reparar no que vai mal.
A visão abrangente da Psicologia Positiva não desqualifica o papel da Psicologia Tradicional, pois ambas concordam que os pensamentos positivos exercem um papel importante na construção de uma vida saudável.

Psicologia Positiva e Motivação

A motivação de uma pessoa está totalmente relacionada à sua autoconfiança. Uma pessoa que não confia em si mesma não tem segurança para realizar nem mesmo as mais simples atividades, pois é tomada pelo medo de errar, de ser julgada, ser excluída, ridicularizada e até rejeitada.
Ao estudar as potencialidades, forças e virtudes individuais, a Psicologia Positiva desperta o lado positivo e luminoso das pessoas. É possível aprender a usar essas forças para lidar e minimizar as fraquezas. Dessa forma, as pessoas se sentem confiantes e motivadas a dar o seu melhor em todas as situações.
Além disso, quando foca suas atenções e ações em seu potencial, suas forças e virtudes, o indivíduo aprende a se relacionar de maneira saudável, além de ser compreensível e positivo consigo mesmo e, consequentemente, com as outras pessoas.

Principais pontos da Psicologia Positiva

– Estudo das emoções positivas: as emoções positivas são necessárias para o sentimento de contentamento com o passado, felicidade com o presente e esperança quanto ao futuro;
– Estudo dos traços individuais positivos: além das potencialidades e virtudes individuais, os traços positivos consistem na capacidade de amar, trabalhar, na coragem, compaixão, resiliência, criatividade, curiosidade, integridade, autoconhecimento, moderação, autocontrole e sabedoria;
– Estudo das instituições positivas: desenvolvimento de comunidades melhores, mais justas, responsáveis, civilizadas, éticas e tolerantes.


Referências: www.sbie.com.br

Leave a reply